Enfermeiros e médicos de Pariquera-Açú se unem para exigir melhores condições de trabalho

Os médicos de Pariquera-Açú, no Vale do Ribeira, também aderiram à greve nesta segunda-feira (31). Os enfermeiros, que estão parados desde o último dia 21, agora contam com o apoio desta categoria para fortalecer o movimento, exigindo melhores condições de trabalho, como infraestrutura e medicamentos para prestação de serviço adequada a população, com segurança para trabalhadores e usuários. Além do cumprimento da NR 32, vale refeição e reajuste salarial, dentre outras reivindicações. Todos os trabalhadores são regidos pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ribeira (CONSAÚDE), responsável pela administração das unidades de saúde de 23 municípios. “É o momento de unir forças para conseguir com que os direitos desses profissionais sejam cumpridos. A paralisação não visa prejudicar ninguém, mas foi a maneira encontrada de sermos vistos e ouvidos”, finalizou Elaine Leoni, presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP).